Gastronomia

Comendo no Melhor Restaurante do Mundo

O restaurante Osteria Francescana foi eleito, pela primeira vez, pelo The World’s 50 Best Restaurants como o melhor de 2016, após dois anos na segunda posição. Essa lista é lançada todo ano pela revista britânica Restaurant e passa por um painel de quase 1000 especialistas gastronômicos do mundo todo. A cerimônia desse ano aconteceu no Cipriani Wall Street em Nova York no dia 13 de junho. Assita o vídeo abaixo com os destaques do evento:

A Osteria Francescana é o primeiro restaurante italiano a coroar a lista e também foi eleita como o Melhor Restaurante da Europa desse ano. O restaurante com três estrelas Michelin serve comida italiana contemporânea e fica no coração da cidade medieval Modena, na região Emilia-Romagna da Itália. Modena é conhecida por sua produção de aceto balsâmico e queijo parmesão. O restaurante foi aberto em 1995 pelo renomado Chef Massimo Bottura de 53 anos. Ele foi destacado no documentário do Netflix ‘Chef’s Table‘ e é um palestrante no Simpósio MAD, uma cúpula culinária com sede em Copenhague e liderada por René Redzepi (do Noma). Bottura descreve sua cozinha como ‘tradicional vista a dez milhas de distância‘, ou seja, o tradicional justaposto com uma dose de irreverência.

Massimo Bottura em frente à sua Osteria Francescana em Modena, na Itália

Massimo Bottura em frente à sua Osteria Francescana em Modena, na Itália

 

O restaurante possui somente 12 meses, e seu ambiente é permeado com arte, música, literatura e design. A Osteria Francescana é um restaurante de luxo, mas adaptado à era atual. Seus pratos sempre incluem um elemento inesperado e apresentam uma colisão de ideias, culturas, técnicas e gestos. Ele ainda oferece opções a la carte, como ‘As Cinco Épocas de Parmesão Reggiano’, ‘Tortellini’ e ‘Porco com Aceto Balsâmico de Modena’, junto a dois menus degustaçãoSensação (€200 e mais €150 para a combinação de vinhos) é o menu progressista com treze pratos que mudam a cada estação, e os dez pratos do Tradição em Evolução (€180 e mais €120 para a combinação de vinhos) incluem uma compilação dos maiores sucessos de Bottura que celebram a gastronomia local.

Um dos pratos criativos da Osteria Francescana

Um dos pratos criativos da Osteria Francescana

 

Como todo bom restaurante, a Osteria Francescana leva em consideração as origens dos ingredientes utilizados e fomenta relacionamentos profundos com seus produtores e artesãos. Ela preza o valor emocional de nutrição na hora de comer. Seu propósito é servir Slow Food em meio aos tempos de rapidez. Em outras palavras, ir rápido devagar. Bottura também levou sua paixão por gastronomia para fora da cozinha, laçando esse ano a ONG Food For Soul. Seu propósito é combater o gasto de comida e fome ao mesmo tempo.

Coloque a Osteria Francescana no roteiro da sua próxima viagem à Itália! Para conseguir lugar, faça sua reserva com no mínimo três meses e meio de antecedência da data desejada. Pensando em visitar o local? Cote sua viagem conosco!

Endereço: Via Stella, 22, 41121, Modena MO, Italia

Chegando Lá: o aeroporto mais próximo de Modena é o G. Marconi (BLQ) em Bologna. Modena fica a apenas 20 minutos de carro ou trem de Bologna, 2 horas de trem de Milão, 2 horas e meia de trem de Veneza e 3 horas de trem de Roma.

Telefone: +39 059 223912

Horário de Abertura: de terça a sábado, das 12h30 às 13h30 e das 20hs às 21h30

Quer saber quem mais fez o corte? Segue abaixo a lista completa com os 50 melhores restaurantes do mundo:

  1. Osteria Francescana, Modena, Italia (Chef Massimo Bottura)
  2. El Celler de Can Roca (#1 do ano passado), Girona, Espanha (Chef Joan Roca)
  3. Eleven Madison Park, Nova York, Estados Unidos (Chef  Daniel Humm)
  4. Central Restaurante, Lima, Peru (Chef Virgilio Martínez Véliz)
  5. Noma, Copenhague, Dinamarca (Chef René Redzepi)
  6. Mirazur, Menton, França (Chef Mauro Colagreco)
  7. Mugaritz, San Sebastián, Espanha (Chef Andoni Luis Aduriz)
  8. Narisawa, Tóquio, Japão (Chef Yoshihiro Narisawa)
  9. Steirereck, Viena, Áustria (Chef Heinz Reitbauer)
  10. Asador Etxebarri, Axpe, Espanha (Chef Victor Arguinzoniz)
  11. D.O.M (caiu duas posições na lista), São Paulo, Brasil (Chef Alex Atala)
  12. Quintonil, Cidade do México, México (Chef Jorge Vallejo)
  13. Maido, Lima, Peru (Chef Mitsuharu Tsumura)
  14. The Ledbury, Londres, Reino Unido (Chef Brett Graham)
  15. Alinea, Chicago, Estados Unidos (Cheft Grant Achatz)
  16. Azurmendi, Larrabetzu, Espanha (Chef Eneko Atxa Azurmendi)
  17. Piazza Duomo, Alba, Itália (Chef Enrico Crippa)
  18. White Rabbit, Moscow, Rússia (Chef Vladimir Mukhin)
  19. Arpège, Paris, França (Chef Alain Passard)
  20. Amber, Hong Kong, China (Chef Richard Ekkebus)
  21. Arzak, San Sebastián, Espanha (Chef Juan Mari Arzak)
  22. The Test Kitchen, Cape Town, África do Sul (Chef Luke Dale-Roberts)
  23. Gaggan, Bangkok, Tailândia (Chef Gagan Anand)
  24. Le Bernardin, Nova York, Estados Unidos (Chef Eric Ripert)
  25. Pujol, Cidade do México, México (Chef Enrique Olvera)
  26. The Clove Club, Londres, Reino Unido (Chef Isaac McHale)
  27. Saison, São Francisco, Estados Unidos (Chef Joshua Skenes)
  28. Geranium, Copenhague, Dinamarca (Chef Rasmus Kofoed)
  29. Tickets, Barcelona, Espanha (Chef Albert Adrià)
  30. Astrid y Gastón, Lima, Peru (Chef Diego Muñoz)
  31. Nihonryori RyuGin, Tóquio, Japão (Chef Seiji Yamamoto)
  32. Restaurant André, Singapura, Singapura (Chef André Chiang)
  33. Attica, Melbourne, Austrália (Chef Ben Shewry)
  34. Tim Raue, Berlim, Alemanha (Chef Tim Raue)
  35. Vendôme, Bergisch Gladbach, Alemanha (Chef Joachim Wissler)
  36. Boragó, Santiago, Chile (Chef Rodolfo Guzmán)
  37. Nahm, Bangkok, Tailândia (Chef David Thompson)
  38. De Librije, Zwolle, Países Baixos (Chef Jonnie Boer)
  39. Le Calandre, Rubano, Itália (Chef Massimiliano Alajmo)
  40. Relae, Copenhague, Dinamarca (Chef Christian Puglisi)
  41. Fäviken, Järpen, Suécia (Chef Magnus Nilsson)
  42. Ultraviolet by Paul Pairet, Shanghai, China (Chef Paul Pairet)
  43. Biko, Cidade do México, México (Chefs Bruno Oteiza e Mikel Alonso)
  44. Estela, Nova York, Estados Unidos (Chef Ignacio Mattos)
  45. Dinner by Heston Blumenthal, Londres, Reino Unido (Chef Heston Blumenthal e Head Chef Ashley Palmer-Watts)
  46. Combal Zero, Rivoli, Itália (Chef Davide Scabin)
  47. Schloss Schauenstein, Fürstenau, Suíça (Chef Andreas Caminada)
  48. Blue Hill at Stone Barns, Nova York, Estados Unidos (Chef Dan Barber)
  49. Quique Dacosta, Dénia, Espanha (Chef Quique Dacosta)
  50. Septime, Paris, França (Chef Bertrand Grébaut)

Siga a All Planet Diaries no Bloglovin, Facebook e Instagram

Nunca Perca Outro Post!

Fique sabendo de todas nossas novidades e promoções por e-mail

You Might Also Like

1 Comment

  • Reply
    Kristen
    12 agosto, 2016 at 16:59

    I’ve been browsing on-line more than 3 hours lately, yet
    I by no means discovered any interesting article like yours.
    It’s beautiful value sufficient for me. Personally, if
    all webmasters and bloggers made good content as you did, the net
    will be a lot more useful than ever before.

  • Leave a Reply